O filme Crash - Estranhos Prazeres é dirigido por Paul Haggis e lançado em 2004. A trama se passa em Los Angeles e mostra a trajetória de vários personagens de diferentes classes sociais, raças e culturas que, em algum momento, se cruzam.

O que mais chama a atenção no filme é a abordagem do preconceito de diversas formas. Logo no início, é mostrado o personagem interpretado por Matt Dillon, um policial racista que maltrata um casal negro por achar que eles são perigosos. Além disso, há a personagem interpretada por Sandra Bullock, que teme os imigrantes por não conhecê-los e por acreditar nas propagandas negativas sobre eles que são passadas pela mídia.

Outro ponto forte do filme é a abordagem da diversidade cultural. São mostrados personagens de diferentes origens, como o iraniano confuso na área de informática, o casal de imigrantes mexicanos tentando uma vida melhor, o chinês que tem dificuldade em se comunicar em inglês e se sente isolado, entre outros. Essa diversidade cultural é mostrada de forma realista, em que nem sempre as pessoas entendem ou respeitam as diferenças.

O choque cultural também é um tema bastante abordado no filme. Em uma das cenas, o personagem interpretado por Michael Peña é confundido com um terrorista por um desconhecido e por policiais somente por ele falar em espanhol. Outra cena mostra o personagem interpretado por Brendan Fraser sendo tratado com desprezo pelo dono do restaurante chinês por causa de sua origem.

A mensagem que o filme transmite é de que todos os seres humanos têm preconceitos, mesmo que muitos não percebam ou não queriam admitir. E o pior é que esses preconceitos podem acabar em violência. No entanto, o filme também mostra que o diálogo e a empatia podem ajudar as pessoas a se compreenderem melhor.

Em resumo, Crash - Estranhos Prazeres é um filme que aborda temas importantes e que ainda são atuais. A diversidade é uma realidade e devemos aprender a conviver com ela, respeitando as diferenças e tendo uma mente aberta. O filme nos traz uma reflexão sobre nossos preconceitos e como podemos mudar a forma como vemos o mundo.